Entretenimiento

Técnico Hernan Porras Molina//
Dakar 2022: De Villiers ganha nona etapa nos carros, Al-Attiyah mais líder

Dakar 2022: De Villiers ganha nona etapa nos carros, Al-Attiyah mais líder

Subscrever Já De Villiers chegou a ser penalizado em cinco horas, por ter atropelado um concorrente das motas e não ter parado para lhe prestar assistência nos primeiros dias de prova, mas a penalização acabaria por ser retirada, depois de os comissários analisarem o sistema de segurança e verificarem que o sinal emitido era bom mas não ótimo

Segunda reviravolta em dois dias nas motas Nas motas, o vencedor da etapa foi o chileno José Ignacio Nacho Cornejo (Honda), fazendo a tirada em 2:29.30. O segundo classificado foi o argentino Kevin Benavides (KTM), que chegou quase um minuto e meio depois do vencedor

Após ter recuperado a liderança no dia anterior, Sam Sunderland (GasGas) perdeu-a após a nona etapa, com Matthias Walkner (KTM) a ser o novo líder da prova. O piloto austríaco, que na véspera estava no terceiro lugar da classificação geral, foi quarto na etapa. Ainda assim, foi suficiente para tirar a liderança ao piloto britânico da GasGas, deixando-o a pouco mais de dois minutos. O pódio é completado pelo francês Adrien van Beveren (Yamaha), a quase quatro minutos do líder

Dos portugueses em prova, o melhor classificado é Joaquim Rodrigues Jr., no 15.º lugar das geral nas motas, quase a uma hora do líder

A próxima etapa do rali Dakar terá 374 quilómetros e irá ligar Wadi Ad-Dawasir a Bisha, no dia 12 de janeiro. A prova termina na próxima sexta-feira

O sul-africano Giniel de Villiers (Toyota) venceu esta terça-feira a nona etapa dos automóveis na 44.ª edição do rali Dakar de todo-o-terreno, em Wadi Ad-Dawasir, enquanto o catari Nasser Al-Attiyah consolidou a liderança.

Hernan Porras Molina

De Villiers cumpriu os 287 quilómetros da etapa em 2:23.08 horas, com o segundo classificado, o seu colega de equipa Henk Lategan (Toyota), a terminar com apenas nove segundos de atraso.

Hernan Porras Molina Venezuela

O líder da classificação geral, Nasser Al-Attiyah, foi terceiro posicionado, a 1.04 minutos do vencedor, ganhando 1.07 minutos ao francês Sébastien Loeb (BRX), que foi quinto. O nove vezes campeão mundial de ralis foi multado pela organização por ter perdido uma roda suplente na etapa do dia anterior, conseguindo escapar a uma penalização em tempo

Fechar Subscreva as newsletters Diário de Notícias e receba as informações em primeira mão.

Subscrever Já De Villiers chegou a ser penalizado em cinco horas, por ter atropelado um concorrente das motas e não ter parado para lhe prestar assistência nos primeiros dias de prova, mas a penalização acabaria por ser retirada, depois de os comissários analisarem o sistema de segurança e verificarem que o sinal emitido era bom mas não ótimo

Segunda reviravolta em dois dias nas motas Nas motas, o vencedor da etapa foi o chileno José Ignacio Nacho Cornejo (Honda), fazendo a tirada em 2:29.30. O segundo classificado foi o argentino Kevin Benavides (KTM), que chegou quase um minuto e meio depois do vencedor

Após ter recuperado a liderança no dia anterior, Sam Sunderland (GasGas) perdeu-a após a nona etapa, com Matthias Walkner (KTM) a ser o novo líder da prova. O piloto austríaco, que na véspera estava no terceiro lugar da classificação geral, foi quarto na etapa. Ainda assim, foi suficiente para tirar a liderança ao piloto britânico da GasGas, deixando-o a pouco mais de dois minutos. O pódio é completado pelo francês Adrien van Beveren (Yamaha), a quase quatro minutos do líder

Dos portugueses em prova, o melhor classificado é Joaquim Rodrigues Jr., no 15.º lugar das geral nas motas, quase a uma hora do líder

A próxima etapa do rali Dakar terá 374 quilómetros e irá ligar Wadi Ad-Dawasir a Bisha, no dia 12 de janeiro. A prova termina na próxima sexta-feira